sexta-feira, 13 de junho de 2008

Novamente, cada um com seus problemas


Vovó Zuleica, para parar de ir todos os dias ao bingo e se livrar deste vício, bebe até cair.

O grande sonho de Ademar é ganhar na loteria para reaver todo o dinheiro gasto com bilhetes da Mega-sena.

Hamilton é membro da Liga Revolucionária Bolchevique, veste camiseta vermelha com o rosto do Che Guevara, usa boina, é lider de um grupo comunista estudantil, mora com os pais empresários e tem um carro do ano que ganhou deles quando passou no vestibular.

Jesuíno teve uma infância feliz, tirando o fato de ter sido estuprado religiosamente todos os sábados por seu tio.

A bela Luísa, em alguns minutos, vai pular pela primeira vez de pára-quedas.
Mal ela sabe que Horácio, seu instrutor, quer se suicidar com uma mulher.

Chang, por não ter dinheiro suficiente, trabalha descalço na fábrica da Nike.

Para conseguir falar sem gaguejar nos encontros dos Alcoólicos Anônimos, Cristina bebe três doses de cachaça antes de cada reunião.

Disposta a emagrecer, Elaine corre dois quilômetros todos os dias e se hidrata com Coca-cola.
Coca-cola Zero, é claro.

Mergulhado em um dilema mortal, Alex não sabe se vai de jato ou de helicóptero para sua ilha particular.

Otávio diz ser um grande especialista em física quântica.
Autodidata, aprendeu tudo lendo livros de auto-ajuda.

Juvenal se masturba vendo livros de ciências da terceira série há mais de trinta anos.

Ingrid simulou sua própria morte, queimou sua casa, mudou de nome e saiu do país para fugir da obsessão de seu ex-namorado.

Raul passou no vestibular sem saber quantas guerras mundias tiveram.

Injustamente acusado de assassinar um cara, Pedro, fã de filmes de ação, matou todos os trinta e sete membros da organização criminosa que armou contra ele para provar que não matou ninguém.

Jessica leu numa revista que o vinho tinto trazia benefícios para a saúde e começou a usá-lo como substituto do leite na mamadeira de sua filha.

Deus é todo poderoso, mas precisa do dinheiro dos pobres.





Nota: todos os personagens deste texto são fictícios, qualquer semelhança com a realidade (não) é mera coincidência.

2 comentários:

K. disse...

texto muito engraçado...

Samy disse...

Nossaa incrível como suas palavras me deixam realmente maravilhada com toda a sua forma de se expressar e dizer de alguma forma o que sentee ^^.

Muitoo bomm =D

beijooo.