quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Inocência

é ver uma poça d'água
e enxergar um portal para o céu
é inflar-se com o cheiro da chuva
para atirar-se no líquido celeste
é nadar entre as nuvens e engasgar estrelas
e sair com as roupas pintadas de lama



3 comentários:

K. disse...

curioso, uma poesia sua sem imagem...

mas está muito bem escrita!

K. disse...

é "aonde" mesmo...

é pra passar a idéia de céu e mar como sendo uma coisa só.

coincidências!!!!!!!!
a gente parece sempre ter idéias parecidas!

Karina disse...

"é nadar entre as nuvens e engasgar estrelas
e sair com as roupas pintadas de lama"

Lindo! Lindo!

Bjos